Capitão América: Guerra Civil – O Melhor do Ano!!!

 

Captain-America-Civil-War-Key-Art

Bem, vou me reportar a um post que fiz um tempo atrás.

SIM, Capitão América: Guerra Civil é o melhor filme do ano (pelo menos até agora).

Estava com dúvidas que o filme bateria minha preferência por Deadpool, contudo, para minha felicidade bateu.

download

São estilos diferentes de filmes, mas devo reconhecer que a adaptação de uma das melhores histórias das HQ´s foi excelente.

Há muita diferença entre o filme e a HQ. Na HQ a história a guerra é muito mais voltada para a diferença de posições entre os super-heróis, liderados pelo Homem de Ferro que entendem que todos devem se registrar e se submeter a regras impostas pelos governos e aqueles, liderados pelo Capitão América, que são contra este registro.

civil-war-fight-42

Bem, nas HQ´s a Guerra tem proporções épicas, com todos os heróis que você possa imaginar tomando parte (o Thor estava morto e o Hulk se não me engano em outro planeta – neste ponto o filme foi fiel em pelo menos mantê-los fora). A história tem ramificações para diversas séries da Marvel como X-Men, Homem Aranha, etc.

No filme a história base é um pouco diferente. O que gera a primeira discórdia e a divisão entre os Vingadores (e outros que se juntam a eles, ainda que em uma quantidade ridiculamente inferior à HQ) é a necessidade de que eles passem a agir sobre regras e supervisão dos países que compõem a ONU.

O Homem de Ferro entende que esta espécie de supervisão é necessária, enquanto que o Capitão América entende que ela poderá trazer mais problemas que solução, especialmente porque a ONU é composta por políticos e, como sabemos, nós brasileiros talvez mais do que ninguém, os políticos podem tomar decisões de acordo com as suas vontades pessoais, o que poderia levar com que os Vingadores fossem obrigados a agir quando não houvesse necessidade e impedidos de atuar quando devessem.

Pois é, por conta desse probleminha os Vingadores racharam, isso mesmo, formaram dois grupos com opiniões diferentes e que passam a se estranhar por ai, trazendo tanta destruição quanto àquela que forçou a ONU a tomar a atitude, rsrsrs.

Bem mas a trama central e verdadeira do filme não está ai, e foi neste ponto que o filme mais se distanciou da HQ.

Sim, a distância foi grande, mas em minha humilde opinião, foi perfeita. Os roteiristas estão de parabéns aos estabelecer os motivos que de fato levaram ao racha dos Vingadores!!!

Não vou ficar fazendo spoiler por aqui pra não estragar o divertimento de quem ainda não conseguiu assistir ao filme, mas alguma coisa preciso comentar, afinal, preciso escrever alguma coisa (parece até que o Homem Aranha andou por aqui de tanta teia que tem nesse blog! – péssima piada kkkk).

Em determinado momento no filme percebemos que a questão central do problema se tornou muito mais pessoal do que as regras impostas pela ONU. É neste ponto que acredito que a adaptação ficou excelente!

Sim, aqui esquecemos a questão do registro ou não e enfrentamos todas as dúvidas e temores, especialmente do Homem de Ferro e Capitão América. Neste momento é que vemos a dificuldade em escolher entre a amizade e lidar com os seus sentimentos mais profundos.

Devemos machucar nossos amigos por conta dos sentimentos que não conseguimos controlar ou devemos deixar de lado e ficar juntos? O nosso dever para com o Mundo vale mais do que os problemas pessoais que estamos enfrentando?

Pois é, aqui é que tudo desanda e que faz o filme todo valer a pena! Achei excelente a descoberta final e o resultado disso.

Se não bastasse toda essa trama, o filme nos apresentou o novo HOMEM-ARANHA. Sim, ele mesmo!!

images

Como disse anteriormente em outro post, não sou muito fã dele, mas devo dizer, acho que o cast que a Marvel fez e a atuação de Tom Holland ficaram perfeitas. O pouco tempo que ele aparece no filme vale muito a pena! Ri demais, não vejo a hora de assistir ao filme dele (claro, se a Sony não enfiar a pata e estragar tudo).

O Homem-Formiga também faz uma aparição perfeita no filme, trouxe todo o humor do filme dele para esse.

Por fim, temos a apresentação do Pantera Negra. Não conheço bem o super herói, mas devo dizer, ficou bem legal. A roupa dele está demais e as cenas de luta têm muita ação.

Tinha dúvidas se a Marvel conseguiria fazer um filme com tantos heróis ao mesmo tempo, mas sim, conseguiu, e com maestria, o que diminuiu muito o medo que eu estava em relação ao próximo Vingadores: Infinity Wars.

Sim, no próximo vai ter uma caralhada de gente. Todosdo Guerra Civil devem aparecer novamente, incluindo Thor, Hulk, Star Lord, e vai saber mais quem!!!! Não vejo a hora!

Bem, pra mim este é o melhor filme do ano até agora (teremos outras grandes estreias no ano, mas acho que nenhuma baterá esta).

E vocês, o que acharam?

Anúncios

Review: The Walking Dead ano 06

 

 

the_walking_dead_season_6-HD

Mais uma temporada acabou e esta, mais do que todas, aparentemente deixou os fãs apreensivos ou até mesmo revoltados. Aqui vou trazer um breve resumo da temporada e minha opinião. Alerto desde já que temos informações aqui que alguns podem considerar Spoilers, mas também, depois do final do ano, se você quiser se manter longe tem que ter muito cuidado ao navegar na internet ou falar com qualquer pessoa, afinal, o atrasado é você KKKKKKK!!!!!

Agora sério, se você não quer informações que acham que podem comprometer talvez seja melhor parar por aqui e dar meia volta!!! Corre e assista a temporada porque sim, ela foi demais!!! Se você já viu ou sabe alguns detalhes, segue em frente!

A sexta temporada da série começou com tudo. Começamos em uma cena na qual o grupo de Rick e os demais moradores de Alexandria estão às voltas com um grupo de milhares de walkers!! Isso mesmo, MILHARES!!!!

images

Em uma de suas rondas habituais eles identificaram o motivo pelo qual até hoje Alexandria parecia um local isolado e pacífico esquecido do mundo. A cidade nunca tinha enfrentado grandes problemas, sem atasques constantes de walkers, o que fazia até com que grupos saíssem em busca de novos sobreviventes para oferecer abrigo, alimento, etc. Quem sairia em busca constante de novos sobreviventes após viver metade do que os integrantes do grupo de Rick enfrentaram? Acredito que ninguém seria tão retardado (apesar de que o próprio Rick foi ao concordar que Daryl saísse por aí procurando gente).

Pois é, Alexandria era pacífica até aquele momento porque acho que quase todos os walkers da região tinham sido atraídos para uma pedreira e ficaram presos lá. O problema é que, o que os prendia (apenas uns caminhões) não estava mais resistindo, o que obrigou o pessoal a elaborar um plano mirabolante para tirá-los de lá e leva-los para bem longe de Alexandria.

Esta é a história central dos primeiros episódios que mostram todo o preparo para a implementação do plano e, obviamente, a sua execução.

Acontece que, como sempre, no mundo de The Walking Dead, a merda está presente e nada pode dar certo, sempre tem que dar errado, ferrando tudo e todos!!!

Claro, o plano não correu como esperado, um deslizamento fez com que eles implementassem o plano na hora do ensaio!!! Sem avisar o pessoal que ficou em Alexandria e sem apararem as arestas.

De qualquer maneira, tudo ia muito bem até que uma porra de uma buzina disparou e colocou o plano todo em xeque! (dividiu o grupo de Walkers em dois, um seguiu o plano, o outro rumou para Alexandria). Claro, ele ainda funcionou, ainda que parcialmente, mas fez com que o grupo perdesse pessoas e ficasse, ainda que por um tempo, separado e pequenos grupos, o que claramente os enfraquece.

É neste momento que temos acesso aos primeiros vilões da temporada. Walkers já podem ser considerados amiguinhos kkkk, especialmente porque a ameaça deles depois dos últimos anos é comprovadamente menor do que das próprias pessoas!

Neste momento nós nos deparamos com os Wolves (aqueles babacas com um W na cabeça que vimos no ano anterior). Eles simplesmente resolvem invadir Alexandria no mesmo momento em que o grupo de Rick tentava colocar em ação o plano para afastar os Walkers. É deles a culpa da maldita buzina que ferrou com tudo!!!!

11348176_383126891875876_1240641282_n

Aqui nós temos uma verdadeira matança, os Wolves são dizimados, mas a um grande preço, a perda de vidas do pessoal de Alexandria (que nunca esteve preparado para lidar com situações deste tipo) é enorme!!!

Resumindo, depois do derramamento de sangue tudo deu certo, os Wolves foram mortos e o grupo, o que restou dele, se reuniu, com exceção do Glenn que se fudeu legal pra varar (a série deu uma parada de final de ano nessa parte, só pra gerar suspense e espera grrrrrr), mas essa história não vou contar aqui, iria ser mais spoiler do que posso aceitar, kkkkk.

Seguindo com a história, como vocês devem imaginar, Alexandria se viu cercada de Walkers, o que fez com que Rick e seu grupo precisassem desesperadamente de um plano para contê-los!!! Bem, aqui, como sempre, a merda está presente e a Lei de Murphy impera, logo, você já sabe, deu tudo errado!!!

Neste momento da série nós vemos o que talvez seja o maior derramamento de sangue de zumbi da história (nem mesmo o exército no início do surto deve ter matado tanta gente kkkk). O que importa é que, novamente, depois de baixas e situações inesperadas, ainda mais para quem não acompanha a HQ como eu, o grupo se safa e pode, mais uma vez recomeçar a reconstruir sua vida.

screen shot 2015-11-29 at 10.00.12 pm

Como nem tudo são flores, o grupo enfrenta problemas, principalmente relacionados a comida, o que faz com que eles precisem cada vez mais realizar as suas rondas de costume. Aqui nós temos o início do fim, huahuahuahuahua!!! (risada diabólica kkkk).

Rick e o pessoal conhecem um novo grupo, gente boa (milagre!!!) e que querem ajuda-los, mas para tanto, precisam urgentemente de ajuda primeiro. Eles tem enfrentado constante problemas com um grupo que os vem aterrorizando e roubando metade de tudo que produzem. Neste momento Rick se mostra bem Rick e resolve se voluntariar pra matar todo mundo!!!! Eis que encontramos os Saviors!!!

Pois é, aqui encontramos o que talvez seja o pior vilão de The Wlaking Dead, o maldito fdp chamado Negan, o chefe do grupo chamado Saviors.

Jeffrey-Dean-Morgan-as-Negan-in-The-Walking-Dead-Season-6-Episode-16

Claro que não conhecemos ele logo de cara, a série gera um suspense e, mais uma vez, coloca o fator merda em cena! Quando achamos que tudo está bem, tudo fica pior, muito pior, mas pior mesmo, de uma forma que não dá pra ficar pior só que fica!

O último episódio é o ápice da merda. Tudo que eles tentam fazer Negan faz com que dê errado, até que ele aparece e se apresenta ao grupo. Esta parte do último episódio guarda uma grande similaridade com a HQ e devo dizer, eu gostei bastante. Enquanto Negan fala a tensão vai aumentando, aumenta muito. Realmente gostei da forma com que ele se impõe e coloca medo no grupo de Rick até que então, chegamos ao ápice, Negan coloca sua amada Lucille (um bastão de beisebol com arame farpado) e dá um fim em um dos personagens, a questão é QUEM!!!!

Bem, este foi o momento que gerou revolta em grande parte dos fãs. Porque? Porque a série não mostra porra nenhuma!! Mostra apenas Negan batendo em alguém com violência sem dizer quem foi o azarado que se fudeu!!!

Muitas especulações estão sendo geradas pelos fãs. Grande parte acredita que Negan tenha matado Glenn, o mesmo que acontece nas HQ´s. Outros acham que foi Daryl, na medida em que ele não é um personagem das histórias em quadrinhos e o ator vem sendo sondado para fazer uma série de filmes, sair da série lhe daria o tempo necessário para investir em sua carreira. Há quem diga que foi Michone. No entanto, acredito que não seja ela, afinal é praticamente uma das últimas personagens mulher fortes na série, além de que, por ser aclamada pelos fãs, acabou de ganhar um jogo de vídeo game novinho só dela.

Especula-se que pode ser Rick!!! Sim ele mesmo!!! Dizem que o autor de The Walking Dead já comentou que a história não é sobre a vida de Rick e sim de Carl, de maneira que tirar o Rick colocaria a série no rumo que seu criador teve em mente. Em minha opinião, do ponto de vista de Negan, matar o Rick seria a melhor coisa, afinal, ele destruiria o elo forte da corrente conseguindo impor mais o seu poder sobre o grupo que agora estaria perdido sem uma liderança. Não sei se gostaria de ver isto acontecer, até porque, pelo que pouco sei das HQ´s, Rick ainda tem muito o que fazer!!!

Por fim, sobram outros personagens que, entendo eu, caso mortos, gerariam menor impacto na série, enfurecendo ainda mais os fãs que esperaram até outubro pra saber que  morreu e que foi um merdinha qualquer, kkkkk.

De qualquer maneira, a despeito do desfecho do último episódio, que deveria, em minha opinião, ter contado mais, achei o sexto ano da série EXCELENTE e acredito que o próximo ano promete!!

E você? Curtiu o sexto ano? Quem você acha que morreu? Deixe seu comentário!!

Review: Daredevil ano 02!

daredevil-season-2-punisher-skull-costume-elektra

Pois é, e mais um ano se de Daredevil se foi!

Devo admitir que antes de assistir ao primeiro ano da série criada pelo Netflix tinha um grande preconceito a esse herói. Nunca li uma HQ do Daredevil (Demolidor) então nunca fui muito familiarizado com ele.

O único contato que tinha tido até o momento foi com aquele filme que acho particularmente horrível em que o Bem Affleck é nosso amigo Mathew Murdoc.

Acho que por isso mesmo é que iniciei minha experiência Marvel no Netflix pela série Jessica Jones, que, para mim, era uma heroína completamente desconhecida, então eu não tinha muito o que esperar (e, provavelmente na contramão do mundo não curti muito a série não, mas isso é assunto para outro dia).

Por isso mesmo enfrentei muita resistência em dar sequência às séries da Marvel produzidas pelo Netflix e, somente após ler algumas críticas sobre o assunto, bem como os conselhos de alguns amigos resolvi dar uma chance para Daredevil.

Para não entrar em numa possível nova furada convenci a minha esposa a embarcar nessa comigo (Jessica Jones foi uma aventura solo – ela odiou só de assistir uns 30 segundos!!) e, para nossa surpresa a série é simplesmente demais.

O primeiro ano foi muito bom, o vilão, Wilson Fisk está muito bom, você consegue sentir o conflito interno dele o tempo todo. Os demais coadjuvantes também são muito bons, se bem que acho a personagem Karen Page meio mala, só se mete em confusão e arrasta todo mundo com ela (vamos parar por aqui para não dar Spoiler).

images (2)

Matt por sua vez faz uma interpretação excepcional de um cego, você realmente acredita que o ator não pode ver! Quanto à parte Daredevil, sempre fico com um pé atrás com um herói muito bonzinho (odeio o Superman por exemplo), mas ele de fato foi muito cativante.

Mas olha lá eu divagando sobre o primeiro ano quando deveria estar tratando do segundo!

Então, o segundo ano como qualquer fã já sabe e quem não sabe basta olhar rapidamente na internet, sem que isso seja um spoiler, trás novos heróis para a série (que espero, ao menos um deles, tenha uma série própria). Estes heróis são o Punisher e a Elektra.

Bem, o início do segundo ano gira em torno do encontro do Daredevil e Punisher, sendo que, para mim, os melhores episódios da série são os quatro primeiros, onde nós temos uma ação muito boa e o confronto entre os dois heróis.

John Bernthal que participou no passado de Walking Dead encarnou com maestria o papel de Punisher. A sua interpretação está excelente, ele conseguiu passar todo o sentimento que levou o Punisher a ser quem ele é, e, a despeito de toda a violência que gira o seu ser e a forma com a qual ele trabalha no combate ao crime nos faz, em muitos momentos, ter mais simpatia pelo Punisher do que pelo Daredevil.

daredevil-season-2_0

Mais para a frente surge, diretamente do passado de Matt, Elektra que em minha humilde opinião gera mais problema que ajuda!

Não gostei muito do cast da atriz. Para mim a Elektra deveria passar uma mulher mais forte e não tão frágil como vemos na série. De qualquer maneira a escolha Éloide Yung para o papel de Elektra não compromete.

images (1)

A segunda parte dos 13 episódios gira em torno de Matt e Elektra, o que em minha opinião fez com que o nível da série caísse um pouco quando comparado aos primeiros episódios.

A ação continua ótima com cenas de lutas muito boas. Porém o melodrama entre eles cansa um pouco!

Por fim, temos a terceira parte da série que se dá quando o vilão (que estava em segundo plano até agora) realmente se mostra! Devo dizer que fiquei e ainda estou um pouco confuso sobre quem ele é, o que ele quer, especialmente quando lembro dos últimos minutos do último episódio. Esta confusão pode ser porque, conforme já disse, não sou muito familiarizado com a história do Daredevil mas espero que o terceiro ano (que vai demorar pra caralho pra ser lançado!!!!!) me esclareça as dúvidas.

Nesta fase da série outros personagens que já conhecemos ressurgem, o que me trouxe bastante animação, ainda mais da maneira em que aparecem. Tem uma cena do caralho com o Wilson Fisk!!! (Para porra…. sem Spoiler!! kkk). Sou muito fã do Stick também!!!

Bem resumindo, a despeito de uma pequena queda que se deu na ação e, talvez, um pouco de decepção que eu senti o último episódio (não posso comentar é spoilerrrrrr kkkk) a série é simplesmente animal! Recomendo para todos os fãs e não fãs de quadrinhos. Sei que aqueles que começarem a assistir irão engolir os dois anos da série e, assim como eu, se sentirão órfãos!!!!! Se tivesse que dar uma nota para o segundo ano da série daria um 9 (culpa da Elektra, senão até daria 10 kkkk).

E vocês? Já assistiram? O que acharam?

Guerra Civil: O melhor filme do ano?

 

 

E ai pessoal, vocês viram o último trailer de Capitão América 3: Guerra Civil?

Pois é, a Marvel lançou nesta última quinta-feira um novo trailer do esperado filme e posso dizer que me deixou com gostinho de quero mais.

Li a série em quadrinhos, inclusive algumas outras linhas como a dos X-Men e acredito que a história está se distanciando um pouco daquilo que seria a base de todo o filme.

Mas é claro, estas alterações são justificáveis, especialmente porque estamos dentro de um Universo criado pela Marvel para o cinema que exige uma linha temporal e de fatos coerente. Logo, o novo filme deve ter relação com os anteriores, de maneira que Sokovia foi uma bela desculpa para os fatos que se seguem.

images

Vale lembrar que nos quadrinhos a Marvel está lançando uma nova linha da Guerra Civil com mudanças claras na história. Até mesmo os personagens que morrem, ao que parece, serão outros.

Por conta de tudo isso acredito que as mudanças na base da história serão aceitáveis, o que precisamos saber é se, de fato, filme será o que todos esperamos e se mostrará candidato ao melhor filme do gênero no ano.

Com relação a este ponto acho que a disputa está muito acirrada e Guerra Civil vai ter um grande concorrente!! Não, não acho que seja Batman Vs Superman. a Minha aposta é mesmo Deadpool!!!!

download

Não conhecia muito o super-herói dos quadrinhos e fui assistir o filme sem grandes expectativas. No entanto, devo dizer, fiquei incrivelmente surpreso e o filme é excelente!!! Especialmente quando considerado o orçamento disponível!

A, o trailer de Guerra Civil nos mostra mais uma coisa e que é um grande marco no Universo Cinematográfico da Marvel, nós temos o Homem Aranha.

images

Eu, pessoalmente, nunca gostei do Homem-Aranha e sou cruelmente criticado, atacado, massacrado por isso kkkk (Também odeio o Super Homem), mas acredito que nas mãos da Marvel ele será salvo!!! kkkkk

É isso ai, agora é só aguardar a grande estréia que está por vir. E vocês? acreditam que será o melhor filme do ano?

Resenha: Star Wars Estrelas Perdidas

maxresdefault

E galera! Faz um tempão que não coloco nada por aqui, mas a vida está corrida e está difícil de manter o blog sempre atualizado!

De qualquer maneira aqui vai mais um post com mais uma resenha (minha segunda) de livros sobre Star Wars!!!

Pois é, esse blog ta mais parecendo um blog exclusivo sobre Star Wars. É só ver o número de posts sobre o assunto e sobre outros. Não tenho culpa que sou nerd e Star Wars é um dos meus grandes vícios, ainda mais agora que para onde você olhar irá encontrar alguma espécie de merchandise sobre.

De qualquer maneira, fazer o que né, gosto mesmo e por isso vou encher vocês sobre o assunto. Tem mais dois livros na cabeceira para começar a ler, só que como disse na resenha anterior minha preguiça é muito grande para a leitura, o que faz com que isso seja bem demorado.

Bem, vamos ao assunto!

Star Wars: Estrelas Perdidas é mais um livro da série “Jornada para Star Wars: O Despertar da Força” (já fiz uma breve introdução sobre o assunto no meu outro post, dá uma olhada lá!!).

O livro conta a história de dois personagens principais, Ciena e Thane, duas crianças nascidas em Jelucan que cresceram vendo o império ganhar poder e sonhando em serem pilotos para o nosso amiguinho Imperador!!!

Primeiramente, é preciso dizer que este livro é um pouco mais adolescente do que o Star Wars: Marcas da Guerra. Porque? Porque fizeram o favor de enfiar um belo romance adolescente no meio, kkk, isso mesmo, é a Disney querendo atingir aquele pessoal aficcionado nos livrinhos adolescentes que viram filmes.

De qualquer maneira, independentemente deste romance que achei um tanto quanto irritante, o livro é muito bom.

A história, como disse, é centrada nos dois personagens que se esforçam para se tornarem pilotos do Império e conseguem, obviamente.

No início, seguindo os sonhos e esperanças dos personagens você quase que começa a gostar do Império. Isto porque eles só apontam o que seria o lado bom do Império. Os personagens parecem cegos em relação à maldade que exala das veias imperiais, Thane nem tanto!

Tudo começa a mudar quando o Império começa a colocar as suas garras de fora. O livro se passa durante os eventos da trilogia original, só com isso vocês já devem saber quais os motivos que levaram à mudança de sentimentos dos personagens.

Death-star-2

A Ciena continua fiel ao Império, e o Thane se junta à Rebelião (não são spoilers ta! basta ler a contracapa!!). Essa separação faz com que a tensão entre os dois personagens principais se intensifique no decorrer da narrativa (impressionante como numa galáxia tão distante e enorme eles se encontram a todo o momento, kkkk).

Temos no decorrer do livro situações bem legais que facilitam a visualização dos acontecimentos, especialmente os momentos de guerra. Eu, particularmente, visualizava sempre os modelos das naves, os personagens, a tensão do momento, gostei muito desse ponto (reitero, podia ter anos tensão amorosa, kkkk).

Temos, ainda, pequenas pitadas de nossos personagens queridos como Leia, Luke, etc. (até mesmo nossa queria Millennium Falcon!!!!)porém sem grande ênfase, sempre com citações em uma conversa ou em um dos eventos que já conhecemos da grande trilogia.

As referências, para aqueles que são fãs, aos planetas que estamos familiarizados também são grandes. Outro ponto interessante é uma leve menção à Jakku, planeta e nossa querida Rey de o Despertar da Força. Lá como dito no filme, foi travada uma das maiores batalhas pós Estrela da Morte. Aqueles que jogam o jogo da Eletronic Arts, Star Wars Battlefront também irão gostar das referências, na medida em que remetem diretamente a um dos melhores cenários (na minha opinião), do jogo.

featuredImage.img

O livro tem uma leitura muito fluida. Eu, novamente, da mesma forma que aconteceu com o Marcas da Guerra, li o livro quase que de uma vez só, o que é extremamente raro para uma pessoa preguiçosa com eu.

Acredito que a leitura valha a pena, especialmente para quem já é um fã ferrenho de Star Wars e não consegue ficar longe da série. Para aqueles que não são tão fãs e estão começando a se aventurar por esse mundo agora também vale a pena, talvez o lado mais adolescente, com romance etc., seja uma boa forma de trazer uma introdução para um mundo tão complexo como pode ser o universo Star Wars.

Espero que vocês curtam a leitura e deixem aqui seus comentários, agradecendo a dica ou me mandando a merda, se assim entenderem, rsrsrs.

Por fim, aconselho a procurarem o livro nas lojas online como amazon e saraiva, sempre mais baratas que lojas físicas.

Review: BB-8 App Enable by Sphero

Pessoal, desculpa a demora em postar alguma coisa no blog mas é que tirei umas micro férias na época do carnaval, ai sabem como é né, nada de trabalho.

Bem, mas foram essas férias que proporcionaram a chance de fazer este post.

É, em minha viagem não me aguentei e gastei meu suado dinheirinho na aquisição de um App Enable BB-8!!!!!!

bb8-star-wars-sphero-droid-8988-006

Isso mesmo, comprei esse pequeno droid, que é o novo queridinho dos fãs de Star Wars, apesar de que jamais substituirá o R2-D2, pelo menos na minha opinião.

Como todos já devem saber, no Brasil estamos sendo feitos de idiotas!! Isso mesmo, idiotas, chamados de trouxas, de povo burro etc. PQ? Pq eles cobram por esse brinquedinho a bagatela de 2.799 dilmas, isso mesmo, cobram por um simples brinquedo valor maior que os salários da maior parte da população brasileira.

Claro, se você for até o importador e perguntar qual a razão de preço tão atrativo ele falará que é culpa dos impostos cobrados no Brasil. Bullshit! Pura mentira!!!!

Me lembro de uma vez em que li uma reportagem onde questionaram o Submarino acerca do preço do PS3 SLIM, que após lançado levou à redução de seu preço nos EUA e no Brasil levou ao seu aumento. A resposta do site foi algo do tipo: No Brasil funciona diferente dos EUA, novidade sempre é mais caro, o valor cobrado lá fora é irrelevante. Ou então da resposta de um presidente da Mercedes quando questionado sobre o preço dos seus carros: Se brasileiro paga porque vou baixar o preço?

Pois é minha gente, brasileiro é trouxa e tem que pagar mais caro por qualquer coisa só pra dizer que tem e outros não tem.

Não sou adepto dessa ideia e jamais pagaria isso por um brinquedo, por isso mesmo que comprei fora e paguei cerca de 700 ou 650 dilmas, vai depender do fechamento do cartão de crédito.

Lá fora o brinquedinho custa 149 obamas (o meu comprei em Londres, um pouco mais caro por conta da Libra) contando lucro do industrial, importador, revendedor, etc. de maneira que uma importação oficial para o Brasil, ou seja, diretamente do fabricante, certamente, teria um preço inicial inferior. De qualquer maneira, vamos usar 149 obamas, convertendo pela taxa do câmbio de hoje 3,998, teríamos 595,70 dilmas. Vamos colocar 100% de imposto dobrando o valor (mais do que realmente incide) e teríamos 1.191,40 dilmas. Mas brasileiro quer ganhar na unidade e não no valor, então vamos colocar uma margem de 50% de lucro (absurdo) temos 1.787,10 dilmas!!!!! Isso mesmo, adotando uma conta de padeiro teríamos um preço de 1.000 dilmas inferior ao cobrado!!! Sim estamos sendo roubados tipo um PS4 a 4.000 dilmas!!!!!

Diante do que eu disse acima, me façam um favor, independentemente do que vocês acharem da review, NÃO, eu repito, NÃO comprem o BB-8 oficial no Brasil. Procurem no mercadolivre.com.br, onde você pode achar por 950 dilmas ou até menos. Importem direto da Amazon, sei lá, não comprem o oficial, boicotem o preço ridículo que é cobrado.

Bem já tirei toda a raiva do meu peito, agora vamos à análise do brinquedinho!

23897337891_783cb27b4e_b

Na minha opinião de nerd e fã de Star Wars, ADOREI, comprei, não me arrependo e vou usar ele sempre que eu puder, ainda que pra nada! rsrsrsrsrsrs

Primeiramente, a caixa vem super bem acondicionada, lembra os produtos da Apple. Vc irá receber as duas partes do BB-8 (ele vem decaptado!!!) uma base, um cabo USB (sem plug de tomada, merda!) e um manual.

O App basta acessar a Apple Store ou a Google Play e baixar, é rapidinho.

Aberta a caixa e baixado o app basta vc conectar a base na tomada e colocar o BB-8 sobre ela (a cabeça irá prender ao corpo por um ímã) e iniciar o app. Ele irá realizar uma breve atualização do sistema e pronto, você já pode iniciar o uso!!!!

O App traz, basicamente, quatro funções: Drive, Message, Patrol e um Settings.

Na primeira função, a Drive, como o próprio nome diz, você irá controlar o BB-8. Voce terá uma espécie de joystick e uma imagem do robô que serve para você o girar e determinar a direção do que será considerado frente e costas. Há algumas funções predeterminadas, como por exemplo, você mandar o BB-8 desenhar um 8 no chão. Ele também atende a alguns comandos de voz predeterminados que fazem com que ele faça algumas funções bem divertidas. A, já ia esquecendo, ele tem um ícone que faz com que ele de um boost de velocidade (ele corre pra caralho!!!).

Outra função, a Message, serve para que você grave uma mensagem que será transformada numa espécie de holograma. Calma, ele não vai dar uma de R2-D2 com “help me obi wan kenobi” não, ele apenas finge passar uma mensagem holográfica que será vista pelo seu tablete ou celular.

Outro modo é o Patrol. Este modo faz com que o seu BB-8 fique patrulhando a sua casa e garantindo que nenhum ser malvado de uma galáxia bem, bem distante, te surpreenda, kkkkk.

Por fim, o Settings você usa pra ajustar som, unidades de medida e o reconhecimento de voz.

O uso, a….o uso, eu passo vergonha com esse brinquedinho. PQP como é difícil controlar essa porra, nunca sei para que lado eu estou indo na hora que eu mando. Vivo batendo nas paredes e ficando preso embaixo da mesa etc., ainda tenho muito que aprender!!  Em alguns momento cheguei a arrancar a cabeça do pequeno!

Da uma olhada nos vídeos abaixo. Foi tão mais tão ruim que o Don Corleone (meu cachorro) queria matar o BB-8!!!!!!!

A, a caixa diz que ele “aprende” com você, até agora não descobri o que eles querem dizer com isso, mas prometo que se eu descobrir eu aviso.

Em conclusão, o BB-8 é um brinquedinho bem legal, sem grandes utilidades e que dependendo de onde for comprado não vale o preço.

Mas para mim, valeu cada centavo!!! Quando era criança não existia brinquedo assim, kkkk. Além do mais, é bem legal para incluir em uma coleção de action figures, funko pops, etc como a que eu tenho aqui em casa, sendo assim, se você é nerd, gosta de Star Wars e está com algum dindin sobrando e pode sustentar o seu vício, compre que não irá se arrepender (minha esposa disse que o sorriso na minha cara quando eu abri era impagável, kkkk).

Jogamos o Beta de The Division!

E ae galera, blz?

Então, passei parte da noite de minha sexta-feira (algo que obviamente não deve ter agradado minha esposa kkkkk) jogando o novo Beta de Tom Clancy’s The Division.

tom-clancys-the-division-listing-thumb-01-ps4-us-15jun15

Assim que recebi o código para acesso iniciei o download dos 26GB, o que obviamente me impediu de jogar na quinta-feira noite, afinal, tenho que acordar cedo para trabalhar a pagar as contas kkk.

Desse jeito, me restou só a sexta-feira para jogar, sendo que, na verdade, fui incentivado pela esposa (nem parece verdade mas é kkk), já que o objetivo todo era trazer essa novidade para vocês.

The Division é o novo Game da Ubisoft que é, na verdade, como eles dizem, uma mistura de MMO e RPG. Na abertura do jogo tem até uma introdução de um do desenvolvedores que fala exatamente isso.

O jogo se passa em uma Nova York devastada após um vírus ter sido lançado nos Estados Unidos. O vírus devastou quase toda a população em cinco dias, sendo que este evento fez com que o Governo colocasse em ação um grupo especial de soldados que atuam independentemente, sem a necessidade de um comando central como forma de tentar estabelecer a ordem e salvar o que resta da civilização, eles são a The Division.

O jogo se inicia com uma cena de você sendo ressuscitado a caminho de NY, ou seja, já começa na merda. Ao chegar você tem que estabelecer uma base e iniciar as missões para que esta base passe a ser funcional.

O mapa do jogo é bem grande e, ao que me pareceu, bem fiel à NY, ao menos na pequena parte disponível no Beta e que eu tive tempo para jogar.

Os gráficos são excelentes e a jogabilidade é muito boa, apesar de que estou apagando ainda (cheio de vicio dos outros jogos), e tomando um pau do jogo, como vocês conseguem ver pelos vídeos que eu postei (ta, não me zoem, só to passando vergonha).

O jogo traz, essencialmente, pelo que pude ver até agora, três espécies de locais, a cidade normal, se assim se pode dizer, as zonas de contaminação e a Dark Zone, que é um local específico da cidade com algumas atividades diferentes. Na DZ, por exemplo, se você encontrar uma arma você terá que levá-la para uma zona de extração, você não tem como sair com o item direto da zona enquanto que na parte normal ela já é sua. Vale lembrar que nada nada é tão fácil assim como parece ser, você pode ser morto enquanto espera o Helicóptero e ter o seu item roubado por outro jogador.

O jogo pode ser jogado solo ou em grupos de até quatro pessoas, sendo que a dificuldade é escalonada de acordo com o tamanho de seu grupo.

Durante o jogo você pode se deparar com jogadores que se classificam como rogue. Os rogues são jogadores que mataram outros, ou apenas feriram sem querer. Essa é a parte foda, você atira no susto e se fode, fiz várias vezes!!!! A partir de então os rogues passam a ser caçados pelos demais (estes são os filhos da puta que podem te matar na hora da atração para pegar seus itens, se bem que os normais podem virar rogues na hora, a, você nunca estará em paz!). Tem mais um detalhe, quando você morre como rogue, seu respawn demora mais, um saco ficar esperando, ainda mais quando vc está ansioso pra jogar essa porra.

Uma coisa que eu notei, se você estiver sozinho como eu (não tenho muitos amigos que jogam esse tipo de jogo no PS4 ai falta ele pra formar grupo, snif snif) e você cruzar com um grupo, há grandes chances de eles te mandarem pro inferno, kkkkk.

Com relação aos pontos de RPG e MMO, não deu muito para sentir ainda. A XP, essencialmente, serve para você subir de nível e poder usar armas melhores, o nível não influencia nas suas habilidades!!! Para aumentar as habilidades você tem que fazer um upgrade na sua base, o que você somente consegue jogando as missões.

Uma forma de aumentar o seu nível e conseguir melhores itens é repetir a missão em maior dificuldade.

Por fim, por todo o mapa os jogadores podem encontrar prédios em que você pode arrombar as portas e explorar, localizando itens novos, etc.

Bem, o jogo parece ser do caralho e quem sabe será o meu novo vício (passei um ano jogando Destiny e agora só jogo Battlefront, tenho uma porrada de jogo fechado esperando para serem livres!! kkkk).

Emojis no Face!!!! Reactions!!!

Como assim??

Isso mesmo, dentro de poucas semanas o Facebook terá algumas opcoes dentro do botão “curtir”.

Captura de Tela 2016-01-30 às 13.36.57

Mark Zuckerberg resolveu criar um “like” mais animado, com carinhas e tudo mais, que se chamam Reactions.

Alem de curtir a foto de alguém, vc poderá opinar com os emojis, tipo: Love (amor uiiii), Haha (famoso kkkk), Wow (uau!!!!), Sad (triste….) e Angry (bravo!!!!! urhhhh). Na minha TPM eu usaria bastante o Angry srrsrs

Captura de Tela 2016-01-30 às 13.36.49

O bonequinho – Yay – foi retirado pois eles acharam que nem todas as nacionalidades entenderiam.

Essa ideia do Face já foi testada em 2015 mas somente em alguns países, como: Irlanda, Espanha, Chile, Portugal, Filipinas e Japão.

Captura de Tela 2016-01-30 às 13.37.59

Para quem estiver no celular ou tablet, é só segurar o botão like para aparecer os bonequinhos, assim vc pode escolher qual deles é sua reação mais real ou não srsrsrsrs

Só sei q achei o máximo, mesmo achando q vai dar um confusão do cacete!! rsrsr vai ter gente colocando love sem querer na mulher dos outros…então tomem cuidado com a opinião de vcs, na duvida é melhor mentir kkkkkk

Captura de Tela 2016-01-30 às 13.47.32

Star Wars: Marcas da Guerra Vale a Pena????

imagem.aspx

Opa! Essa é a primeira resenha que eu faço de um livro. Espero que ela atenda as expectativas e possa dar uma idéia do livro e, quem sabe, despertar interesses em vocês

Bem, sou incrivelmente preguiçoso para ler, geralmente faço todo o tipo de coisa para passar o tempo, jogo ps4, assisto a filmes e séries, jogo joguinhos inúteis de celular, tudo ao invés de ler um livro.

Se não bastasse a preguiça, sou extremamente lerdo para ler, o que me faz ter mais preguiça ainda, porque o livro nunca acaba!! Maldito círculo vicioso, srsrs.

Acontece que, independentemente de todos esses empecilhos, finalmente li um livro de cabo a rabo em pouquíssimo tempo (para os meus padrões obviamente).

Bastaram duas viagens de bate e volta a trabalho e li o livro na espera do aeroporto e durante o voo.

O livro que me levou a esse milagre surpreendente foi Star Wars: Marcas da Guerra.

O livro faz parte da nova linha que a Disney resolveu dar à saga Star Wars e funciona como uma espécie de prelúdio ao Episódio VII: O Despertar da Força.

Com a nova série de livros a Disney busca preencher as lacunas que ficaram, contando aos fãs de Star Wars o que aconteceu com a Galáxia logo após o início da queda do Império (isso mesmo!!! obviamente que não bastou cortar a cabeça pro Império todo morrer, pelo menos não de uma só vez rsrsrs) até o momento em que a Primeira Ordem surge.

Sempre fui um fã de carteirinha de Star Wars. Porém, todas as minhas qualidades que destaquei acima, em especial a preguiça, me impediram de me debruçar sobre os livros do antigamente chamado Universo Expandido da Série, hoje conhecido pelo selo Legends.

É, a Disney se distanciou do Universo Expandido, o que gerou uma série de reclamações dos fãs mais ferrenhos. O que o povo cabeçudo esquece é que estamos tratando de um filme feito para a massa, algo comprovado pela singela bilheteria alcançada até o momento. Um filme feito para fãs, pessoas não tão fãs e para conseguir novos fãs não poderia estar atrelado a intricadas histórias contadas em dezenas de livros ao longo de anos.

Sim, a Disney precisava traçar uma linha mais amena para o novo filme e, em minha modéstia opinião, conseguiu! Adorei a porra do filme, valeu toda a espera e afastou todo o medo que eu tinha de deixar a Disney colocar os dedos no meu Star Wars.

Bem, mas estou me alongando em assuntos não diretamente relacionados ao objetivo do post, que é a porra do livro que eu li kkkk (avisei que nunca tinha escrito uma resenha, não reclamem!!!!)

Assim, a meu ver, a despeito do que eu li por ai (muitas pessoas criticaram o livro), eu achei a história bem legal, me prendeu bastante e me fez querer terminar o livro em dois longos dias!!!!!

A história se inicia logo após a batalha de Endor e a destruição da segunda Estrela da Morte. A Galáxia bem distante está uma verdadeira zona, a guerra está espalhada por todo o canto e o Império busca resistir e se reerguer (não tem spoiler aqui não, isso é o centro da história e você pode ler isso na contracapa do livro).

O texto é de leitura bem leve, afinal visa atingir toda a legião de fãs, desde os mais jovens aos mais velhos como eu. Acredito que os diálogos poderiam ter mais substância, serem mais densos. As cenas são bem descritas e detalhadas, alguém que curte o universo de Star Wars certamente consegue visualizar muito bem cada uma das situações.

Somos levados a diversos dos planetas pelos quais a saga já passou, o que dá ainda mais um ar de que estamos em casa, além de claro, alguns vislumbres de nossos queridos personagens favoritos.

Neste livro são introduzidos novos personagens, vilões e heróis (estamos diante de uma série de três livros que deve seguir as suas aventuras, acredito eu). Temos a Almirante Sloane, Jas, Norrra, Temmin, dentre outros.

Para falar a verdade, nenhum dos novos personagens me transpareceu uma grande profundidade (o que espera que mude no decorrer da série) de maneira que me interessei mesmo por dois, a Almirante Sloane e Jas, talvez até um terceiro, Norra. Esses parecem ter mais conteúdo e, se fosse um filme, certamente teriam mais tempo em cena rss.

Enfim, o livro é bem interessante e vale a pena a leitura, principalmente por fãs de Star Wars que querem preencher as lacunas. Vale lembrar que aqueles mais viciados e que conhecem tudo do Universo Expandido podem não curtir o rumo que está sendo dado às coisas, mas por um lado, Foda-se, kkkk, que se adaptem à nova realidade!!!!!! Brincadeirinha!!!!

O meu eu comprei por meio da Amazon.com.br, era o preço mais barato, mesmo incluindo o frete. Se você se interessou e é mais ansioso que eu e não quer aguardar a entrega em casa, passa em qualquer porra de livraria que hoje em dia provavelmente você vai encontrar uma pilha de livros só sobre Star Wars, até a Rihappy, que é loja de brinquedo, tem!!! Nao há qualquer desculpa pra deixar de ler, especialmente a preguiça, até eu li porra!!!

Bem, é isso, espero que a resenha esteja no mínimo tolerável, prometo melhorar, kkkk

O ataque das operadoras de Tv a Cabo ao Netflix!!!!

Faz alguns dias que escrevi um post aqui no blog sobre a guerra que se iniciou entre as operadoras de tv a cabo e o Netflix.

unnamed

Essa guerra está sendo travada no mundo todo (que dramático não?) e de forma violenta (ainda que sem mortos e feridos kkkk).

Pois é, no Brasil não está sendo diferente e, recentemente, as empresas de tv a cabo deixaram bem claro que não estão para brincadeira.

server1.png

Conforme está sendo noticiado por aí, as empresas de tv a cabo iniciaram um lobby pesado junto ao Congresso e Governo Federal, bem como junto ao Governo dos Estados de maneira a tentar limitar a atividade do netflix.

Primeiro, acho que devemos ficar muito atentos ao que se está sendo chamado de um simples lobby pelas operadoras de tv a cabo. Isto porque, estamos no Brasil certo? E nessa porra tudo que se chama de lobby envolve comprar alguém. Vale lembrar que boa parte dos políticos estão envolvidos com as concessões de tv a cabo, na medida em que muitos deles são donos ou sócios de uma, o que apenas levanta mais suspeitas sobre essa pressão que está sendo feita em detrimento da liberdade de exercício de qualquer tipo de atividade que deve prevalecer no Brasil.

Superada a questão do suposto lobby, que pode quebrar as pernas do netflix com o chamado jeitinho brasileiro que o Congresso tanto gosta, vamos às propostas apresentadas pelas operadoras de tv a cabo.

Elas propõem:

1- Que a Ancine exija da Netflix o pagamento da Condecine (taxa em torno de R$ 3.000 por cada filme do catalogo);
2- Que o governo obrigue a empresa a ter pelo menos 20% de produção nacional em seu inventário;
3- Que todos os Estados da federação passem a cobrar ICMs das assinaturas;
4- Pretendem cobrar ou da Netflix ou de assinantes de banda larga uma taxa “extra” quando o cliente usar streaming.

Analisando friamente as propostas algumas delas parecem até coerentes.

Veja, se todo mundo que distribui conteúdo como filmes e séries é obrigado a recolher a Condecine, acredito que o mesmo deveria ser aplicado ao Netflix. O que se deve levar em consideração é se, no momento, a lei prevê essa obrigação. Se não há a previsão, ela que seja criada sem, contudo, se cobrar o passado, algo que o governo brasileiro nunca fez (sqn!!).

netflix.png

O mesmo entendimento pode ser aplicado ao ICMS. Apesar de que este sim certamente afetará diretamente os nossos bolsos. O ICMS é um imposto indireto, ou seja, ainda que incida sobre determinada operação, é sempre o consumidor final que arca com o seu custo, assim, quem realmente paga o imposto integral, sem qualquer absorção do custo pela empresa, somos nós. Vale lembrar que quando falamos de ICMS na comunicação temos alíquotas de 25% (calcularas imposto sobre imposto) o que certamente traria um impacto significativo no preço que passaria a ser cobrado pelo Netflix.

Com relação ao conteúdo nacional. Na minha opinião, acho um verdadeiro absurdo!!!

Vc não pode obrigar uma empresa a produzir conteúdo nacional só pq vc quer fortalecer algo que sempre foi uma merda! Isso não passa de uma reserva de mercado que deve sr abominada!!! Não importa se é no âmbito da TV, se é no transporte (caso similar do que vem acontecendo entre taxistas e o Uber), ou qualquer outro ramo da economia.

A concorrência sempre tratou de fortalecer aquilo que é bom e quebrar aquilo que é ruim. Não precisamos dessas intervenções do Governo, precisamos, apenas, de qualidade. Se ela estiver presente, o público dará o retorno!!

Não adianta ficar criando benefício e ajuda a uma indústria que não sabe fazer aquilo que a audiência busca e gosta. Se continuarem a fazer produção, por exemplo, só sobre sofrimento do povo (que temos todos os dias e buscamos na tb uma forma de relaxar e se divertir e não de continuar a sofrer) ao invés de investir em suspense, ação, comédia, tudo de qualidade, lógico, a indústria nacional jamais terá chance.

A obrigatoriedade faz com que as empresas produzam um monte de merda só pra cumprir, com o menor custo possível, a cota imposta pelo governo, ou alguém aqui adorou alguma dessas produções e substituiu as demais séries e filmes q assistia por elas? Obviamente que não!

Neste ponto as operadoras de tv a cabo deveriam estar brigando para se verem livres dessa merda e não para tentar fuder os outros impondo a mesma obrigação.

Mais uma vez e o jeito brasileiro. Pra que brigar pra melhorar se eu posso fuder com os outros do mesmo jeito que fazem comigo? Certo? Claro que não porra!!!

Se não bastassem todas essas ideias de merda, as operadoras de tv a cabo que, em minha humilde opinião, só prestam serviço de merda!! (tenho vivo fibra de 100mb e acho q a média de velocidade q eles me entregam é de meros 20b, mesmo após inúmeras reclamações – pago singelas 290 dilmas por mês contra as 17 dilmas do netflix) querem cobrar taxa extra dos usuários que acessarem o Netflix!!!!

Vai, chama logo a porra do Fidel Castro pra dar um jeito nessa merda aqui né, estamos indo pro mesmo caminho!!!! Se bem que agora com o retorno das relações com os EUA dou uma década pra Cuba deixar a gente comendo poeira.

b40743667d55457451dfdb21bcab497f

Cara essa ideia é um absurdo!! Estão querendo influenciar aquilo que as pessoas acessam na internet! Querem controlar as nossas escolhas e, mais uma vez, caso essa imundice seja implementada, somente poderá ter algo diferente e bom nesse país aquele que tiver dinheiro!!!

Ao invés de as operadora investirem em serviços de qualidade, e lutarem contra a concorrência dentro do mercado elas estão tentando apelar para o tapetão e destruir aquilo que eles deveriam estar copiando

Esta atitude têm sido muito constante no Brasil já, como por exemplo as empresas de telefonia e o WhatsApp.

Será que ninguém aprendeu com a indústria fonográfica?? Não se pode conter a evolução! Quem não se adaptar ficará para trás!!! (Acho que o iTunes é exemplo de que quem se adapta pode ter muito lucro).

Pois é, se as operadoras de tv a cabo já perderam mais de 1 milhão de assinantes desde 2014 (por conta exclusiva de sua incompetência e ganância) acho que deveríamos e começar a boicotar e fazer esse número virar uns 5 milhões. Quem sabe assim eles tomam uma atitude coerente ao invés de tentar apelar pros absurdos acima e, mais uma vez, prejudicar aqueles que eles pretendem conquistar.

boicote

Estamos caminhando de mal a pior, espero que o Netflix tenha força suficiente e cartas na manga para derrubar esse conglomerado de empresas que somente olha pro próprio bolso ao invés de tentar conquistar os consumidores por aquilo que eles se propõem a fazer.

E vocês? Acham que o boicote vale a pena ou, pelo menos no Brasil, o Netflix luta por uma causa perdida???