Capitão América: Guerra Civil – O Melhor do Ano!!!

 

Captain-America-Civil-War-Key-Art

Bem, vou me reportar a um post que fiz um tempo atrás.

SIM, Capitão América: Guerra Civil é o melhor filme do ano (pelo menos até agora).

Estava com dúvidas que o filme bateria minha preferência por Deadpool, contudo, para minha felicidade bateu.

download

São estilos diferentes de filmes, mas devo reconhecer que a adaptação de uma das melhores histórias das HQ´s foi excelente.

Há muita diferença entre o filme e a HQ. Na HQ a história a guerra é muito mais voltada para a diferença de posições entre os super-heróis, liderados pelo Homem de Ferro que entendem que todos devem se registrar e se submeter a regras impostas pelos governos e aqueles, liderados pelo Capitão América, que são contra este registro.

civil-war-fight-42

Bem, nas HQ´s a Guerra tem proporções épicas, com todos os heróis que você possa imaginar tomando parte (o Thor estava morto e o Hulk se não me engano em outro planeta – neste ponto o filme foi fiel em pelo menos mantê-los fora). A história tem ramificações para diversas séries da Marvel como X-Men, Homem Aranha, etc.

No filme a história base é um pouco diferente. O que gera a primeira discórdia e a divisão entre os Vingadores (e outros que se juntam a eles, ainda que em uma quantidade ridiculamente inferior à HQ) é a necessidade de que eles passem a agir sobre regras e supervisão dos países que compõem a ONU.

O Homem de Ferro entende que esta espécie de supervisão é necessária, enquanto que o Capitão América entende que ela poderá trazer mais problemas que solução, especialmente porque a ONU é composta por políticos e, como sabemos, nós brasileiros talvez mais do que ninguém, os políticos podem tomar decisões de acordo com as suas vontades pessoais, o que poderia levar com que os Vingadores fossem obrigados a agir quando não houvesse necessidade e impedidos de atuar quando devessem.

Pois é, por conta desse probleminha os Vingadores racharam, isso mesmo, formaram dois grupos com opiniões diferentes e que passam a se estranhar por ai, trazendo tanta destruição quanto àquela que forçou a ONU a tomar a atitude, rsrsrs.

Bem mas a trama central e verdadeira do filme não está ai, e foi neste ponto que o filme mais se distanciou da HQ.

Sim, a distância foi grande, mas em minha humilde opinião, foi perfeita. Os roteiristas estão de parabéns aos estabelecer os motivos que de fato levaram ao racha dos Vingadores!!!

Não vou ficar fazendo spoiler por aqui pra não estragar o divertimento de quem ainda não conseguiu assistir ao filme, mas alguma coisa preciso comentar, afinal, preciso escrever alguma coisa (parece até que o Homem Aranha andou por aqui de tanta teia que tem nesse blog! – péssima piada kkkk).

Em determinado momento no filme percebemos que a questão central do problema se tornou muito mais pessoal do que as regras impostas pela ONU. É neste ponto que acredito que a adaptação ficou excelente!

Sim, aqui esquecemos a questão do registro ou não e enfrentamos todas as dúvidas e temores, especialmente do Homem de Ferro e Capitão América. Neste momento é que vemos a dificuldade em escolher entre a amizade e lidar com os seus sentimentos mais profundos.

Devemos machucar nossos amigos por conta dos sentimentos que não conseguimos controlar ou devemos deixar de lado e ficar juntos? O nosso dever para com o Mundo vale mais do que os problemas pessoais que estamos enfrentando?

Pois é, aqui é que tudo desanda e que faz o filme todo valer a pena! Achei excelente a descoberta final e o resultado disso.

Se não bastasse toda essa trama, o filme nos apresentou o novo HOMEM-ARANHA. Sim, ele mesmo!!

images

Como disse anteriormente em outro post, não sou muito fã dele, mas devo dizer, acho que o cast que a Marvel fez e a atuação de Tom Holland ficaram perfeitas. O pouco tempo que ele aparece no filme vale muito a pena! Ri demais, não vejo a hora de assistir ao filme dele (claro, se a Sony não enfiar a pata e estragar tudo).

O Homem-Formiga também faz uma aparição perfeita no filme, trouxe todo o humor do filme dele para esse.

Por fim, temos a apresentação do Pantera Negra. Não conheço bem o super herói, mas devo dizer, ficou bem legal. A roupa dele está demais e as cenas de luta têm muita ação.

Tinha dúvidas se a Marvel conseguiria fazer um filme com tantos heróis ao mesmo tempo, mas sim, conseguiu, e com maestria, o que diminuiu muito o medo que eu estava em relação ao próximo Vingadores: Infinity Wars.

Sim, no próximo vai ter uma caralhada de gente. Todosdo Guerra Civil devem aparecer novamente, incluindo Thor, Hulk, Star Lord, e vai saber mais quem!!!! Não vejo a hora!

Bem, pra mim este é o melhor filme do ano até agora (teremos outras grandes estreias no ano, mas acho que nenhuma baterá esta).

E vocês, o que acharam?

Anúncios

5 thoughts on “Capitão América: Guerra Civil – O Melhor do Ano!!!

  1. Jessica Rodrigues

    Ei!!
    Adorei o post… Eu gostei muito do livro e do filme apesar de ter muitas coisas diferentes. A HQs é sem dúvida bem melhor pq temos muitos heróis e isso não tem no filme, acho que vai ser difícil algum filme bater esse.

    Coração Leitor

    Curtir

  2. rafaela (@rafaelaficher)

    Adorei a review do filme! Minha saga favorita nos quadrinhos da marvel é sem dúvidas guerra civil e confesso que quando anunciaram o filme já estava esperando me decepcionar.. Porém, a marvel conseguiu fazer tudo, mesmo não trazendo todos os heróis e vilões presentes na hq.
    Eu gostei muito do filme e ainda, tanto no filme como nas hq’s eu sou total team stark hahaha
    Beijos 🙂

    http://www.dearsnowhite.com

    Curtir

  3. Denise Flaibam

    Oi!

    Sumonou perfeitamente tudo o que eu senti com esse filme KJASNFUSABABOSAU AMEI o que os irmãos Russo fizeram com o roteiro; foi surpreendente e inteligente e muito voltado para o lado emocional. A guerra civil continuou ali, mas era muito mais sobre os ideais dos heróis do que sobre o registro – até porque, no universo MCU do cinema, não seria tão grandioso quanto foi nos quadrinhos, já que temos poucos heróis até agora. MAS FOI FODÁSTICO DEMAAAAAAAAAAAIS.

    Eu gritei e urrei e queria morrer no cinema com as lutas. MEU BUCKY BARNES FILHO PRECIOSO DEMAIS PRO MUNDO; que coreografia! Aquela cena no aeroporto foi a melhor coisa depois da batalha de NY. Guerra Civil é o filme do ano, sem dúvida – desculpa, Wade :/

    Guerra Infinita está em boas mãos.

    Adorei tua resenha!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    http://www.queriaestarlendo.com.br/

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s